Prefeitura apresenta três ônibus elétricos que irão operar na 6030/10

10 de dezembro de 2018 0 Por José E. Sales
Prefeitura apresenta três ônibus elétricos que irão operar na 6030/10

Nesta segunda, 10 de dezembro, em frente à Prefeitura de São Paulo, no Viaduto do Chá, no centro, foram apresentados os primeiros três ônibus elétricos que irão operar regularmente em São Paulo. Até o momento, apenas ônibus em caráter de testes rodaram alternadamente pelas empresas de São Paulo.

Participaram do evento o prefeito Bruno Covas, o secretário de Mobilidade e Transportes João Octaviano Machado Neto, o presidente da São Paulo Transporte, Paulo Cézar Shingai, o diretor do Departamento de Operação do Sistema Viário (e futuro Secretário de Mobilidade e Transportes), Edson Caram, os representantes da empresa BYD, além de outras autoridades.

Os três coletivos, de um total de quinze, fazem parte de um projeto piloto de inserção dos ônibus elétricos na operação das linhas de ônibus da cidade. Segundo a SPTrans, a empresa e a linha onde os ônibus irão operar foram selecionados após estudos técnicos de viabilidade. Foram considerados itens como menor custo para disponibilização da energia elétrica no local de abastecimento, o percurso, a quilometragem diária por veículo, o número de passageiros transportados, a frota, a distância entre a garagem e o ramal elétrico. Através desses critérios, foi escolhida a linha 6030/10 Unisa-Campus I – Terminal Santo Amaro, da Transwolff Transportes e Turismo. Ela tem 29,7 km de extensão, 21 ônibus na frota, opera com intervalo médio de 5,5 minutos no Pico Manhã e transporta, em média, 17,5 mil passageiros por dia útil. Ao todo, nove empresas tiveram interesse no teste.

O presidente da SPTrans, Paulo Cézar Shingai, destacou a iniciativa: “É algo inédito no Brasil e demonstra o compromisso junto à população para uma qualidade de vida melhor com a adoção de veículos movidos a energia limpa, com o diferencial de que o projeto é concebido desde a geração da energia, no interior do Estado, até a operação dos ônibus nas ruas da cidade”, afirmou. “A SPTrans, que é referência técnica seguida por outros sistemas em diversas partes do País, mais uma vez mostra pioneirismo, alinhada às inovações para o bem estar de todos”, concluiu.

Os ônibus expostos possuem chassi fabricado pela BYD, modelo BYD D9W, com carroceria Caio Induscar Millennium IV. Eles são 100% elétricos movidos a bateria. A capacidade dos veículos é para até 81 passageiros. Eles possuem piso-baixo, box para cadeirantes, piso antiderrapante, wi-fi, tomadas USB e ar condicionado.

O projeto – Em 16 de outubro, a Prefeitura anunciou o projeto do qual esses ônibus fazem parte. Segundo matéria do Diário do Transporte, os coletivos serão abastecidos através de energia elétrica gerada pela BYD em uma fazenda em Araçatuba, interior de São Paulo. Essa energia será oferecida ao Operador Nacional do Sistema (ONS) que e irá gerar um crédito que, em troca, será utilizada para abastecer os quinze ônibus em São Paulo. Na garagem da Transwolff será instalada uma subestação elétrica que será ligara diretamente ao ONS.

De acordo com a BYD, em média, cada ônibus elétrico em operação urbana reduz cerca de 1,8 tonelada de CO2 equivalente, o que representa o plantio de mais de 11 árvores ao ano.

Veja mais detalhes sobre o projeto em:

Prefeitura anuncia projeto piloto com 15 ônibus elétricos

==========

Siga o Circular Avenidas nas redes sociais: