Motoristas e cobradores decretam greve para o dia 23 de maio em São Paulo

No final da tarde desta quinta-feira, em assembleia, os Rodoviários (motoristas e cobradores de ônibus) da capital decretaram greve para a próxima quinta-feira, 23 de maio, a partir da 0h. O Sindmotoristas, o sindicato da categoria, representa os motoristas e cobradores que trabalham nas empresas do serviço estrutural da cidade de São Paulo.

Segundo o Sindicato, estiveram na assembleia da categoria, no CMTC Clube, cerca de 8 mil motoristas e cobradores. A última proposta apresentada pelo SP Urbanuss, o sindicato das empresas operadoras do sistema estrutural, foi rejeitada pela categoria. Até o dia 22 de maio novas reuniões devem ser feitas entre os representantes das empresas e dos rodoviários na tentativa de fechar um acordo e evitar a paralisação.

Antes do dia da greve deverá haver nova assembleia para ratificar ou não uma nova proposta e a própria realização da greve.

Operação – A presença de um grande número de operadores na assembleia, desfalcou a operação de ônibus na cidade. De acordo com informações recebidas pelo “Circular Avenidas”, várias linhas operaram com frota abaixo do normal devido à falta de motoristas ou cobradores.

==========

Foto: Sindmotoristas

==========

Siga o Circular Avenidas nas redes sociais:

José E. Sales

Estudante de jornalismo e um apaixonado por mobilidade urbana, especialmente por ônibus. Fale conosco: esales@circularavenidas.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.